Archive | Sem categoria RSS feed for this section

Ladrilho Hidráulico

9 fev

Oi, mundo! Já que é o primeiro post do ano, então, feliz 2015! Que seja uma temporada de muitos feitos para todos nós.

Para mim acredito que será de muitos sonhos e trabalhos, uma vez que estamos na reta final para a abertura do nosso e-commerce de decoração (que já foi dito aqui) e por estarmos retomando os projetos da futura casa (que também já falei aqui). Sendo assim, espero que seja um ano de boas realizações, também.

Por falar em futura casa, é bem sobre isso que tenho pesquisado nos últimos tempos. Não sobre a casa propriamente, pois a planta já está linda e praticamente pronta, mas agora é hora de começar a pensar nos acabamentos/ revestimentos. Vou confessar que é uma fase deliciosa, porém, uma grande tortura! (com exagero e tudo!) Mas gente, como é difícil optar por um tipo de piso, por exemplo, com tanta coisa linda no mercado atualmente. Ter que escolher um é o mesmo que ter que abrir mão de todos os outros (óbvio), e assim é a vida! kkk

O mais cômico é que, como eu disse, com tanta modernidade sobre o assunto nos dias de hoje, ainda assim, o antiguinho não sai da minha cabeça: ladrilho hidráulico.

As vezes me sinto até meio fora do contexto, quando rola o assunto e digo para alguém que eu quero instalar piso de ladrilho hidráulico na futura casa… Muitas vezes me olham com uma cara de interrogação, como que se perguntasse: “Que coisa é essa?”

Então vamos lá…

Os primeiros ladrilhos hidráulicos datam de 1860, aproximadamente, e tiveram sua origem na Europa como uma opção para substituir os revestimentos procedentes da pedra, como o mármore. Mas, um século depois, o surgimento de outros tipos de revestimento substituiu aos poucos os pisos hidráulicos por elementos menos elaborados e mais acessíveis em relação ao custo. Sim, eles não são baratos e isso vale até hoje. Atualmente, o m² varia em torno de R$ 170 a R$ 340 sem contar a mão de obra.

Isso porque sua produção é artesanal e até hoje continuam sendo feitos um a um, e a maneira com que são feitos continua a mesma há mais de um século. Sua resistência é inquestionável, podendo ser usado em áreas internas e externas, tanto em piso quanto em parede e em qualquer cômodo da casa.

Por curiosidade, (via wikipedia), seu processo de fabricação consiste em:
1- Um molde de bronze feito para cada desenho, separando cada cor, ainda sem o ladrilho.
2- Esse molde é ajustado a um molde exterior de ferro que segue a forma da borda do ladrilho.
3- Cada parte do molde de bronze é enchida com uma mistura líquida a base de pó de mármore branco e cimento branco, e cada parte colorida separada com tintura.
4- O molde de bronze depois é retirado e o cimento colorido é coberto com o almofariz úmido.
5- O ladrilho é comprimido então a uma prensa hidráulica.
6- Depois que o ladrilho é liberada do molde, é verificado com cuidado.
7- O ladrilho é então submergido na água por 24 horas.
8- Finalmente, os ladrilhos são armazenados por 4 semanas em uma atmosfera úmida para terminar a cristalização do cimento, após o que estarão prontos para serem utilizados.

Dá certo trabalho, não?!? Veja as imagens abaixo para ter mais ideia do que se trata:

Via: ladriminas.com.br

Via: ladriminas.com.br

Via: casa.abril.com.br

Via: casa.abril.com.br

O tamanho mais comum da peça mede 20 x 20 cm, mas pode ser encontrada também em outros tamanhos e formatos.

O ladrilho hidráulico tem um aspecto bastante poroso, por isso, após a sua instalação, recomenda-se a aplicação de algumas camadas de resina para melhor proteção, evitando manchas, e isso deve ser feito com o piso limpo e totalmente seco. A manutenção de limpeza diária se faz com água e sabão neutro, apenas, e a aplicação de uma cera líquida incolor, a cada 15 dias.

Sua instalação requer mão de obra especializada e as peças podem apresentar pequenas diferenças entre uma e outra, isso porque, como já disse anteriormente, trata-se de um trabalho artesanal, desconsiderando que seja um defeito, e sim, um charme especial a mais.

Uma vez decidido por instalar um piso de ladrilho hidráulico a dúvida ainda não se extingue! haha Isso porque os modelos de desenhos e cores são infinitos, existindo fábricas que aceitam até padronagens exclusivas com criações da cabeça do próprio cliente. Fantástico, não?!? Eu, particularmente, amo os de desenhos menores por serem mais românticos (minha cara! rs) e os geométricos em cores neutras, para poder brincar mais com as cores nos objetos e móveis da casa, sem poluir muito.

Abaixo, algumas inspirações:

537141_476438752427241_1599016809_n

casa-bellissimo-blog-dicas-de-arquitetura-design-decoração-interiores-viagens-projetos-de-cozinhas-atemporais-ladrilho-hidraulico-e-madeira-2

Digitalizar0059

0,,21511322,00

Ladrilho Hidráulico

Agora, se você achou tudo isso muito trabalhoso e complicado, como estamos na época da modernidade, já existe no mercado os porcelanatos que imitam os ladrilhos hidráulicos, com um custo um pouco mais acessível e de manutenção mais fácil. E, como tudo na vida, tem lá suas vantagens, mas também, as desvantagens, como: menos opção de padronagem e aparência de produção em massa, longe do charme artesanal.

Estes abaixo são da Ceusa, na faixa de uns R$ 115 o m², fora a instalação.

1314327

1314572

1314580

E então, o que acharam?

Beijos, namastê! _/\_

Uma mensagem para boas vindas!

18 fev

download

Quando chegou a época de escolher o que colocar no hall de entrada da nossa casa, pensei em querer algo com flores, e que tivesse tons de cor-de-rosa.

Na época, já tinha comprado algumas imagens para serem transformadas em quadros, para outros ambiantes de casa, mas de tudo que tinha visto, nada se assemelhava com o que eu estava procurando para dar o ar de boas-vindas.

Até que me deparei com esta figura acima. A princípio achei um pouco escura, mas tinha lá as flores, em tons de rosa… E reparei também nas pegadas, achei interessante para uma entrada.

Mas o mais curioso foi quando li os dizeres, escritos na parte superior: “I have arrived – I am home. My destination is in each step”, ou, numa leiga tradução livre: “Eu cheguei – Estou em casa. Meu destino está em cada passo”. Fez todo sentido, não?!?

Foi eu que a encontrei ou fui encontrada por ela? (risos) Seja lá o que for, formamos um bom casamento, vejam só:

foto(3)

Segundo o priberam, dicionário on-line:

des·ti·no
(derivação regressiva de destinar)
substantivo masculino

1. Combinação de circunstâncias ou de acontecimentos que influem de um modo inelutável. = FADO, FORTUNA, SINA, SORTE

2. Situação resultante dessa combinação.

3. Emprego, aplicação.

4. Fatalidade.

5. Direcção.

6. Lugar a que se dirige alguém ou é dirigida alguma coisa.

7. [Informal] Sumiço.
_________________________________

Está ou não está a cada passo?!? Portanto, aproveite agora, amando!

Beijo, que você tenha um dia lindo! Namastê!

Maria F. Mazzer

Quando falta espaço…

11 fev

poucoespaco

Quando falta espaço, o que deve sobrar é a criatividade.

Sendo assim, o designer Till Könneker criou esta mobília, nomeada em inglês como: The Living Cube Furniture.

A ideia pode ser adaptada dependendo das necessidades de cada cliente. O objetivo principal é colocar à mostra o que é para ser visto e esconder o que é para ser escondido. Simples, não?!?

Confiram mais algumas imagens abaixo:

poucoespaço3

poucoespaco2

poucoespaco4

Gostou? Veja mais aqui e tenha um dia lindo!

Beijos, beijos.

Maria F. Mazzer

2014 – Seja bem vindo!

9 jan

Um ano novinho em folha, para fazer o que quiser… Que coisa boa!

É tempo de renovar as forças, listar metas a cumprir, e consequentemente, tempo de acreditar.

Como já dizia Mario Quintana…

“Bendito quem inventou o belo truque do calendário, pois o bom da segunda-feira, do dia 1º do mês e de cada ano novo é que nos dão a impressão de que a vida não continua, mas apenas recomeça…”

Por outro lado, nada muda, se você for o mesmo.

“Podemos trocar de trabalho, de parceiro ou de religião. Mas até que nos transformemos internamente, atrairemos as mesmas pessoas e circunstâncias.” (Yehuda Berg)

Portanto, ano novo pode ser todo dia!

Inteiramente grata por 2013 e totalmente pronta para 2014. Que assim seja, um eterno recomeço, para mim e para vocês!

Tenham um dia lindo!

Beijos, beijos. Abraços, abraços.

Maria F. Mazzer

Estamos no face: Afe, Maria!

Feliz Natal feliz!

25 dez

feliznatal

Imagem via: BrasilART

Ainda em tempo de desejar à todos vocês um Natal muito, mas muito feliz, preenchido de amor e coração sereno! Beijos, com muito carinho.

Maria F. Mazzer

Reinvente, reutilize, recicle

1 jan

RRR

Reinvente, reutilize, recicle e tenha um excelente 2013!!!

Imagem via: Matador Network

Beijos, beijos…

Maria F. Mazzer

Feliz dia do amigo!

20 jul

Amizade… Uma palavra muito mais fácil de se sentir, do que explicar. Permita-se!

FELIZ DIA DO AMIGO! Em especial, aos meus grandes!

Imagem, aqui.

Menos duas

21 jun

Foto: Carolina Machado

Eu não escreví nada sobre o assunto e nem preparei nada em especial, mas no mês de Março o Afe, Maria! blog completou 1 ano. De tudo que pude vivenciar quanto ao retorno das pessoas em relação ao blog, o mais gratificante é pensar que alguém irá ler o que escrevo agora. Mesmo que em uma mínima parcela, quase que insignificante: ‘somos famosos’. Nos dias de hoje a internet nos permite à isso.

Com esta pouca pretenção, me orgulho em dizer que ultimamente estamos tendo média de 400 acessos dirários e hoje eu quero usar este meio de comunicação como uma forma de protesto.

Às vezes dói, quando nos deparamos com alguém com opiniões totalmente diferentes das nossas. Pior ainda, quando tem atitudes diferentes das nossas. Lamentável é quando acordamos e nos damos de cara com duas árvores derrubadas, por nada!

Longe de mim querer ouvir justificativas, porque pra mim: não há!

Duas árvores enormes, jovens e sadias: derrubadas, por nada! (Leia-se: na avenida principal de uma cidade). Gente, uma árvore não é um prédio, que pode ser ‘levantado’ em 1 ano. Uma árvore demora nada, nada, uns 10 anos para ficar: ‘pronta’. Não é como algo que pode ser reconstruído num piscar de olhos. Um corte não tem volta tão facilmente e de repente: a sombra já era!

E por falar nisso, uma delas fazia sompra para mim. Linda! Uma copa enorme: o sonho de qualquer bom apreciador da natureza. Acho que nem tinham conhecimento, mas alí dormiam alguns passarinhos que tomavam água diariamente no meu ‘quintal’.

Amigos, a vida é mais ou menos assim: aprendemos muito, mas também podemos ensinar à beça! Pelo pouco conhecimento que tenho, nunca ouví dizer ser normal a prefeitura autorizar cortes sem motivos bastante óbvios.

Por quê autorizar? Derrubar árvores: não é normal!

Achei melhor deixar meu protesto. Afinal de contas, se os direitos são mesmo iguais, imagine se esta moda pega? Infelizmente, nem todos tem gosto por uma boa sombra… Embora eu acredito que possam ter.

Portanto, antes de cometer este ato, repense o caso. Com árvores é muito melhor!

Estamos aqui para aprender… E ensinar. Repasse!
_________________________________________________________________________________________________________

“Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da Criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante” – Albert Schweitzer

Beijos, beijos e uma ótima quinta-feira.

SPFW – verão 2013

14 jun

Adriana Degreas

Está acontecendo desde o dia 11/06, segunda-feira, mais um SPFW, que se encerrará no domingo próximo, dia 16/06.

Para não perdermos o hábito, vale dar uma conferida, pois as novidades sempre aparecem. Observemos os detalhes: em modelos, texturas, tecidos, caimentos, combinações de cores e estampas, acessórios e make ups, para que assim possamos formar nossas próprias opniões sobre o que nos cai bem ou não.

Afinal de contas, o primeiro passo para ter estilo, é ter personalidade.

Abaixo, algumas imagens dos três primeiros dias de SPFW:

Adriana Degreas

Adriana Degreas

Água de Côco

Água de Côco

Água de Côco

Água de Côco

Água de Côco

Animale

Animale

Animale

Ellus

Ellus

FH por Fause Haten

FH por Fause Haten

FH por Fause Haten

Forum

Forum

Forum

Forum

Forum

Iódice

Iódice

Movimento

Movimento

Movimento

Paula Raia

Ronaldo Fraga

Ronaldo Fraga

Ronaldo Fraga

Triton

Triton

Tufi Duek

Uma

Uma

Uma ótima quinta-feira! Beijos, beijos.

Imagens: Modaspot.

Flores para o dia do amor

12 jun

“Que o breve
seja de um longo pensar

Que o longo
seja de um curto sentir

Que tudo seja leve
de tal forma
que o tempo nunca leve.”

Alice Ruiz

Feliz é quem tem a sorte de um amor tranquilo. Flores para o dia do amor…

Lindas e belas: tulipas!

Imagem aqui.

%d blogueiros gostam disto: